Selo Turismo Responsável: protocolos para sua saúde e segurança



Você é dono de um restaurante na praia? Tem um serviço de transporte para turistas? É guia e oferece passeios de barco? É o administrador de um parque temático? Bom, qualquer que seja o seu negócio, está na hora de você se preparar para receber viajantes de novo. Os protocolos de segurança estão permitindo que o mercado de viagens comece a se aquecer, e o número de viajantes está aumentando gradativamente. O único problema continua sendo o medo de contaminação que os clientes têm. Então, como atraí-los para o seu estabelecimento ou para contratar o seu serviço? Como adquirir sua confiança? A melhor forma é começar com o Selo Turismo Responsável, lançado pelo Ministério do Turismo.

O programa, cujo objetivo é fazer o Brasil se posicionar no cenário doméstico e internacional como um destino seguro e preparado para receber viajantes preocupados com a adoção de medidas sanitárias e de higiene, segue diretrizes internacionais validadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O selo é um incentivo para que os consumidores se sintam seguros ao viajar e frequentar locais que cumpram protocolos específicos para a prevenção da Covid-19.

Mas como conseguir o selo? Fácil. Para ter acesso ao selo, as empresas e guias de turismo precisam estar devidamente inscritos e regularizados no Cadastur (Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos). Esse é o primeiro passo. Depois disso, os interessados devem acessar o site do programa e ler as orientações previstas no protocolo do segmento em que atuam. Caso estejam de acordo, basta aderirem à autodeclaração de que atendem aos pré-requisitos determinados. Serão, então, encaminhados para uma área do site onde poderão realizar gratuitamente o download do selo para impressão. O selo deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente, que poderá consultar as medidas adotadas por aquele estabelecimento ou profissional.

Ainda tem dúvidas sobre a utilização do selo? Então veja só. O Brasil já atingiu a marca de 20 mil prestadores de serviços turísticos com o selo “Turismo Responsável – Limpo e seguro”. Nas palavras do Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, “A grande adesão do setor ao Selo mostra que estamos no caminho certo para o início da retomada do turismo brasileiro, tão afetado por esta pandemia.” O presidente da Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo), Gilson Machado Neto, explica que “o selo deverá ser procurado pelos clientes como uma garantia de que todos os cuidados sanitários contra a propagação do Coronavírus estão sendo tomados.”

Se você, leitor, é um cliente, procure o selo nos estabelecimentos. Cobre o selo dos profissionais que estão lhe oferecendo serviços. E você, prestador de serviços turísticos, não fique fora dessa! Siga os protocolos de segurança e ganhe também o seu Selo Turismo Responsável, pois ele é sinônimo de segurança para o consumidor e um forte incentivo para o mercado do turismo brasileiro.

646 visualizações

Posts recentes

Ver tudo