Caruaru, 164 anos de cultura e arte no agreste pernambucano

Localizada no Vale do Ipojuca, Caruaru, a Princesinha do Agreste, está completando 164 anos. Começou a tomar forma em 1681, quando o governador Aires de Souza de Castro concedeu à família Rodrigues de Sá uma sesmaria com 30 léguas de extensão chamada Fazenda Caruru. Porém, foi apenas em 1857 que Caruaru tornou-se uma das primeiras cidades do Agreste pernambucano com a assinatura da lei Provincial nº 416 por Joaquim Pires Machado Portela, o então vice-presidente da província de Pernambuco.

Ao longo dos anos a cidade de Caruaru, que tem como padroeira Nossa Senhora das Dores, recebeu vários apelidos, entre eles: "Princesa do Agreste", "Capital do Agreste" e "Capital do Forró". É o município mais populoso do interior de Pernambuco e está situado a pouco mais de 130 km da capital, Recife. Visitantes que optarem por ir de ônibus ou de carro farão um percurso que leva aproximadamente duas horas. Outra opção é pegar um voo direto da capital.


Apesar de ser chamada de capital do forró, não é só por isso que a cidade ficou conhecida. O município tem uma das culturas mais ricas do Brasil. Seu artesanato feito com barro pode ser encontrado pelo país inteiro graças ao trabalho de grandes artesãos, como Mestre Vitalino, que mostrou ao Brasil o cotidiano do povo nordestino através de suas peças.

Festejos típicos também chamam a atenção de milhares de turistas para o município. Caruaru divide com Campina Grande o título de maior festa de São João do país. E não é para menos. A festa reúne quadrilhas com até quatro mil integrantes! Durante todo o mês de junho, o Parque de Eventos, no centro da cidade, vira um gigantesco arraial, com direito a gastronomia típica, barraquinhas de guloseimas, fogueira e muito forró. Não podemos deixar de mencionar as apresentações das bandas de pífanos e os desfiles de bacamarteiros, ambos eternizados na arte de Mestre Vitalino.


Outro atrativo turístico da cidade, na verdade um dos principais, é a Feira de Caruaru, considerada uma das mais importantes feiras do Brasil. Recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo IPHAN no ano de 2006. São centenas de barracas espalhadas por uma área de 20 mil metros quadrados onde se encontra de tudo: peças artesanais de barro, couro, palha e renda, comidas típicas, ervas medicinais, artigos eletrônicos e interessantes trabalhos em cordel. Sábado é o dia mais animado, pois há apresentações de cantadores, violeiros e bandas de pífanos.


Quando for a Caruaru, não deixe de visitar o Alto do Moura. É lá que fica o Maior Centro de Artes Figurativas da América Latina. Mas há outros pontos turísticos na cidade que também merecem sua atenção. Entre eles, podemos citar o Espaço Cultural Tancredo Neves, onde ficam as sedes da Secretaria de Turismo e da Fundação de Cultura, o Museu do Barro de Caruaru, cujo acervo possui mais de 2.300 peças, o Museu Luiz Gonzaga, que conta a trajetória profissional e história de vida do Rei do Baião, e o Museu do Cordel, que está localizada dentro da Feira de Artesanato de Caruaru.


Caruaru tem forró, festa de São João, museus, artesanato, cultura e comida boa. Seja qual for a sua preferência, a Capital do Agreste não vai te decepcionar.



35 visualizações

Posts recentes

Ver tudo